Processo de DDR, Radio Mocambique

Renamo avalia positivamente o DDR, mas afirma que persistem desafios

Vânia Muchanga,

Quinhentos e cinquenta e quatro ex-guerrilheiros da Renamo passaram à disponibilidade, desde o início, a 4 de Junho, do processo Desarmamento, Desmobilização e Reintegração.

Trata-se de ex-guerrilheiros que se encontravam nas bases de Savane e Muxúnguè, nos distritos de Dondo e Chibabava, na província de Sofala, desactivadas no âmbito do DDR.

Segundo o Presidente do maior partido de oposição, Ossufo Momade, os vários intervenientes no processo têm demonstrado grande empenho.

Entretanto, Ossufo Momade observa que ainda há grandes desafios, a avaliar pelo número de guerrilheiros por desmobilizar.

Ossufo Momade reitera que a Renamo está comprometida em manter a paz e promover a reconciliação nacional.

O líder do maior partido de oposição sublinha que o processo DDR deve cumprir com os princípios de democracia e respeito pelos direitos e deveres iguais.

O processo DDR em curso no país, vai abranger mais de cinco mil antigos guerrilheiros da Renamo.

Autores

Vânia MuchangaVânia Muchanga...