Adriano Maleiane, J.Domingo

Governo propõe perdão de divida de cerca de 320 milhões de dólares

Vânia Muchanga,

 De acordo com o documento que está a ser apresentado aos credores em Londres, que a Lusa teve acesso, o governo propõe um perdão de 50% nos juros passados e nas penalizações, caso existam, e alterações às taxas de juro e à maturidade da emissão de dívida, cujo prazo inicial terminava em 2020 e já foi alargado para 2023 no final de 2016.

De acordo com a Lusa, a apresentação aos investidores e credores sobre os passos, o Governo suaviza as prestações da dívida nos próximos anos e aceita pagar mais no final do período, contando com as receitas do gás natural, que deverão entrar em força a partir da próxima década.Em causa está um rombo nas contas públicas que nasceu em 2013 e 2014.

Autores

Vânia MuchangaVânia Muchanga...