Nações Unidas reforçam apelo à eliminação da mutilação genital feminina, Unicef

Nações Unidas reforçam apelo à eliminação da mutilação genital feminina

Célia Zandamela,

No Dia Internacional da Tolerância Zero à Mutilação Genital Feminina, celebrado a 6 de Fevereiro, a ONU reafirma o seu compromisso em acabar com esta “violação dos direitos humanos”. 

Três agências do sistema das Nações Unidas apelam para que dezenas de milhões de meninas não sejam submetidas a mutilações genitais até 2030.

As Nações Unidas estimam que pelo menos 200 milhões de meninas e mulheres tenham sido vítimas de mutilação genital feminina, e que a cada ano há cerca de quatro milhões de meninas a mais em risco.

A ONU enfatiza que estas foram vítimas de “um dos actos mais desumanos de violência baseada em género no mundo”.

Autores

Célia ZandamelaCélia Zandamela...