Oficiais da Polícia da República de Moçambique condenados em Funhalouro, O País

Oficiais da PRM condenados a 24 anos de prisão em Inhambane

Vânia Muchanga,

Vinte e quatro anos de prisão é a pena aplicada, aos quatro oficiais da Polícia da República de Moçambique, acusados de assassinato de quatro pessoas, cujos corpos foram encontrados  numa mata, em Funhalouro, província de Inhambane, em Maio do ano passado.

Trata-se dos agentes, Joaquim Nascimento, na altura Comandante, Julião Munguambe, chefe de operações, Raul Luciano e Conselho Marques que deverão além da pena de prisão, pagar  cerca de cinco milhões de meticais de indenização às famílias.

O juiz da terceira sessão criminal de Inhambane, Carlos Fernando, disse ontem, durante a leitura do acórdão que ficou provado que os condenados praticaram o crime de forma deliberada.
 

Autores

Vânia MuchangaVânia Muchanga...