O Presidente  da República, Filipe Nyusi, prorrogou pela terceira vez, o estado de emergência no país, Gabinete de imprensa PR

PR prorroga Estado de Emergência com alívio de algumas medidas

Célia Zandamela,

O Presidente  da República, Filipe Nyusi, prorrogou, este Domingo, pela terceira vez, o Estado de Emergência no país, até 29 de Julho, em prevenção da COVID-19, mas com alívio gradual de algumas restrições.

O decreto sobre a matéria será analisado e aprovado esta segunda-feira (29 de Junho), em sessão extraordinária, pela Assembleia da República.

Entre as medidas revistas, Filipe Nyusi anunciou a retoma faseada de aulas presenciais em todos os graus de ensino, de acordo com calendários a ser divulgado dentro de dias.

Moçambique vai também autorizar a realização de voos internacionais com países selecionados e em regime de reciprocidade.

A retoma de ligações aéreas com o estrangeiro, interrompidas em Maio, pretende dar resposta à necessidade de especialistas, gestores e investidores, de dinamizar o turismo e negócios.

O Governo decidiu igualmente, aumentar de um terço para uma quantidade não superior a metade o efectivo laboral presencial das equipas de serviço de 15 em 15 dias, nas instituições públicas e privadas.

Museus, galerias e restaurantes vão poder voltar a abrir, com lotação limitada, para cumprir as regras de distanciamento social, mas os espetáculos e festas continuarão a ser proibidos.

Outros espaços de aglomeração, como locais de culto religioso e bares, vão continuar fechados.

O Chefe de Estado considera que se tem assistido a um progressivo "desleixo" quanto à prevenção, renovando o apelo para que as pessoas reduzam a mobilidade, usem máscara, cumpram sempre o distanciamento social e reforcem a lavagem de mãos.
 

Autores

Célia ZandamelaCélia Zandamela...