Omar al-Bashir foi deposto por militares, Reuters

Presidente do Sudão é deposto por militares após 30 anos no poder

Célia Zandamela,

O presidente do Sudão, Omar al-Bashir, foi deposto pelo exército do país, depois de meses de protestos e 30 anos no poder.

Segundo o vice-presidente e ministro da defesa, o general Awad Mohamed Ahmed Ibn Auf, al-Bashir foi detido e o país será governado por um conselho militar presidido por si durante um período de transição de dois anos, que será seguido de eleições.

De acordo com a BBC, foi ainda declarado o estado de emergência durante três meses.

O presidente destituído está, em prisão domiciliária e a sua equipa de segurança substituída por membros do exército.

Ahmed Ibn Auf revelou ainda durante a declaração, que a constituição sudanesa será suspensa e as fronteiras fechadas por tempo indeterminado.

O espaço aéreo vai ser encerrado durante 24 horas.

Protestos a pedir a renúncia do presidente já decorriam desde o passado sábado nos arredores do complexo militar de Cartum.

Omar al-Bashir é indesejado, há muito tempo, em vários países do continente africano e é alvo de acusações por parte de instâncias jurídicas internacionais, por alegado genocídio.

O agora antigo presidente governou o Sudão longo tempo do que qualquer outro líder, desde que o país se tornou independente, em 1956.

 

Autores

Célia ZandamelaCélia Zandamela...