O Reino de e-Swathini vai oferecer 18 milhões de metros cúbicos de água a Moçambique, Página Global

Reino de e-Swathini vai oferecer água a Moçambique

Célia Zandamela,

Reino de e-Swathini , antiga Swazilândia, abriu ontem (11 de Abril) as comportas da sua barragem sobre o Umbeluzi, para lançar um volume de água adicional ao acordado para o leito deste rio, com vista a suprir a crise que se regista no grande Maputo. 

Esta decisão surge em resultado da recente deslocação do Presidente da República, Filipe Nyusi, a este país vizinho, segundo o Ministro das Obras Públicas, Habitação e recursos hídricos, João Machatine.

O Ministro disse que o e-Swathini começou ontem, a descarregar sete metros cúbicos de água por segundo, volume que ao fim de 30 dias permitirá à barragem dos Pequenos Libombos ter mais 18 milhões de metros cúbicos, elevando o seu nível de armazenamento para 34 por cento.

João Machatine informou ainda que, com o volume adicional que Moçambique passa a receber, a barragem dos Pequenos Libombos ganha condições de garantir água em 100 por cento às cidades de Maputo, Matola e vila de Boane.

Contudo, Machatine recomenda a manutenção das medidas de racionalização no uso da água, um recurso cada vez mais escasso.
 

Autores

Célia ZandamelaCélia Zandamela...