Presidente da República, Filipe Nyusi e Coordenador da Renamo, Ossufo Momade, Voa Português

Renamo tem dez dias para apresentar a lista dos oficiais a integrar as Forças de Defesa e Segurança

Vânia Muchanga,

A Renamo tem dez dias para apresentar a lista dos oficiais a ocuparem cargos nas Forças de Defesa e Segurança.

Este consenso foi alcançado ontem na Beira, capital provincial de Sofala, num encontro entre o Presidente da República, Filipe Nyusi, e o Coordenador interino da Comissão Política da Renamo, Ossufo Momade.

Um comunicado da Presidência da República indica que os dois líderes acordaram igualmente, que em simultâneo se deve iniciar o processo da desmilitarização e reinserção socioeconómica dos homens armados da Renamo.

O documento sublinha que o Chefe do Estado e o Coordenador da Renamo
reafirmaram a vontade de continuar a interagir para tornar célere o processo de implementação dos consensos sobre os assuntos militares.

No final do encontro de ontem, Ossufo Momade garantiu que a Renamo não tem interesse em continuar com as armas e expressou o desejo de o processo militar estar encerrado antes de Outubro, mês da realização das eleições autárquicas, precisamente no dia 10. 

Por seu turno, o Chefe do Estado, Filipe Nyusi, reafirmou que o Governo vai continuar a trabalhar para um desfecho rápido do processo de desmobilização e reintegração dos homens residuais da Renamo.

O Presidente da República, Filipe Nyusi sublinhou que tudo está a ser feito para que as eleições autárquicas se realizam a 10 de Outubro, conforme está previsto.
 

Autores

Vânia MuchangaVânia Muchanga...